Raj Sisodia: capitalismo consciente é caminho sem volta para o sucesso dos negócios

Como superar a visão de que o capitalismo é incapaz de responder aos atuais desafios do planeta, como a erradicação da miséria? Para Raj Sisodia, do Instituto Capitalismo Consciente, último palestrante da plenária de abertura da SB Rio 2015, a resposta está em reaproximar os negócios das pessoas, reconquistando sua confiança – e demonstrando os benefícios desse modelo econômico para o bem-estar da humanidade.

Jonathon Porritt, do Forum for the Future: "Mitigar não é o suficiente"

A realidade que Jonathon Porritt expôs ao público do dia de abertura do Sustainable Brands 2015 não é animadora. "Quando olho para o quanto avançamos no campo da sustentabilidade e comparo com o que deveria estar sendo feito, vejo um abismo", afirma o inglês. Porritt sabe do que fala, do alto de décadas de ativismo ambiental e de 15 anos à frente do Forum for the Future, organização que trabalha junto a empresas, governos e ONGs para pensar em inovações práticas para alavancar setores críticos como a geração de energia e a produção de alimentos.

Sistema B: novo modelo de negócio com marca coletiva

Uma nova identidade de mercado com uma marca coletiva. Essa é a síntese das empresas do Sistema B, que hoje representam um universo de 1.360 em todo o mundo, que pouco mais de US$ 15 bilhões de faturamento coletivo.

L'Oreal: desafio de aplicar o compromissos da estratégia de sustentabilidade

O desafio de aplicar, no contexto brasileiro, compromissos de uma estratégia de sustentabilidade global foi o principal assunto da apresentação de Maya Colombani, Diretora de Marketing e Sustentabilidade da L'Oreal, durante a primeira plenária da SB Rio 2015.

Earth Security Group: compreender riscos para repensar focos de atuação

As empresas que entendem os riscos sistêmicos envolvidos em suas atividades serão as vencedoras num mercado que, cada vez mais, valoriza o desenvolvimento sustentável. Essa é a crença de Alejandro Litovski, CEO do Earth Security Group, que apresentou no Sustainable Brands 2015 o Earth Security Index (ESI). Trata-se de uma ferramenta de mensuração dos riscos operacionais, sociais e financeiros de cada país, incluindo variáveis como segurança alimentar, água, clima, nível socioeconômico da população, estabilidade institucional, energia e situação fiscal.

Rio 2016 e o desafio de cuidar do invisível

15 mil atletas. 25 mil jornalistas. Uma audiência global de 5 bilhões de pessoas. Durante dos Jogos Olímpicos Rio-2016, tudo que for feito tem um enorme potencial de repercussão – para o bem e para o mal. Isso cria para a cidade o desafio do invisível: fazer diferente, baseando-se em ações sustentáveis, mas com grande foco no planejamento, pois não há como aprender com os erros, pois não háverá segunda chance.

Virada Sustentável: como falar de sustentabilidade de modo atraente e conscientizador

Andre Palhano | Virada Sustentável

Como falar de sustentabilidade... sem falar de sustentabilidade? O desafio foi abraçado por André Palhano, criador da Virada Sustentável, ao perceber que faltava conscientização sobre os temas ligados ao assunto entre os ditos "cidadãos médios" das grandes cidades. "Ainda há uma visão restrita aos problemas do meio ambiente. Falta informação, faltam campanhas mais sedutoras. É preciso agregar temas sociais à questão ambiental: cidadania, pobreza, direitos humanos, a cultura da paz." A solução foi criar a Virada, um conjunto de eventos que, apenas em São Paulo, atraiu em 2014 mais de 900 mil pessoas para participar de shows, exposições, instalações, ocupações públicas e outras atividades. "É uma grande campanha de educação sobre sustentabilidade que nunca vai usar o termo", define Palhano.

Transparência: aceleradora de desempenho​ e driver de credibilidade

Transparência foi a palavra chave das primeiras horas da Sustainable Brands Rio 2015. Dois workshops abordaram o tema de forma ampla.  SustainAbility e Catavento apresentaram Como transparência impulsiona o desempenho, enquanto a GlobeScan introduziu os resultados da pesquisa prévia com a audiência da How Now, que mostrou que o grande driver da credibilidade das corporações é a trabsparência.

Itaú: transformar o mundo para melhor é fundamental para a criação de uma nova economia

Uma nova economia surge de um mundo melhor, logo é preciso investir em trilhas que levem a esse mundo melhor. Esse alinhamento de tendências trouxe o Itau Unibanco, pelo terceiro ano copnsecutivo, à Sustainable Brands Rio.

Rio 2016 e Dow se unem em programa de mitigação de CO2 na Olímpíada

A Dow Brasil e o Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos Rio 2016 firmaram uma parceria que tem como meta criar benefícios climáticos para mitigar as emissões diretas de gases de efeito estufa resultantes da realização do evento em cerca de 500 mil toneladas de carbono equivalente (CO2eq) até 2016.