Title

Viva Bairro: cinco experimentos de cocriação em comunidades

“Hoje, somos confrontados com a necessidade de fazer experimentos coletivos para solucionar os problemas que nos cercam”, disse Eduardo da Rocha e Souza, coordenador de Sustentabilidade do Grupo Pão de Açúcar (GPA), durante a plenária de encerramento da SB Rio 2015. Com o tema “Como conectar com as necessidades da sociedade”, a sessão estimulou o público a pensar em formas de vincular projetos corporativos às demandas reais – e urgentes – das comunidades.

Eduardo é um dos líderes à frente do projeto Viva Bairro, desenvolvido pela Aoka Labs Liderança Sistêmica, pelo Extra e pelo Instituto Aromeiazero para experimentar a criação coletiva de melhorias em comunidades urbanas. Em 2015, foram iniciadas ações de mapeamento em cinco bairros, em São Paulo e no Rio de Janeiro.

Foram identificados 221 atores locais e realizadas 9 jornadas de imersão e 4 laboratórios de cocriação. Ao fim, foram desenhados 21 protótipos de melhoria para os bairros. As iniciativas resultantes serão trabalhadas no âmbito dos projetos locais Praças Vivas (Jaguaré-SP), Praças dos Povos (Mooca-SP), Conexão Tabajaras e Cabritos (Copacabana-RJ), TUAS (Tijuca-RJ) e Tá Limpo (Méier).

Para Eduardo – que também participou do Activation Hub, convidando os líderes desses projetos para comentar suas experiências de mobilização –, o desenvolvimento livre, sem um modelo fixo ou temas prioritários previamente escolhidos, deu liberdade para que a própria comunidade buscasse e definisse suas estratégias. “Ao invés de impormos um jeito de melhorar o bairro, facilitamos o encontro das pessoas que têm conhecimento e experiência para definir soluções adequadas”, diz o coordenador do GPA.

Comentários