Title

Uma geral da SB Rio 2015: 1º dia


Álvaro Almeida, da Report Sustentabilidade, abrindo a primeira plenária

O primeiro dia da conferência internacional Sustainable Brands Rio 2015 foi marcado por debates que enfatizaram como transparência, capacidade de mobilização, inovação em cadeia, empreendedorismo e novos modelos de consumo e produção podem se tornar vetores de estímulo para a adoção de práticas mais sustentáveis no mundo dos negócios.

+ veja o álbum de fotos aqui

Audience   Maya Colombani, from L'Oreal

 

Com participação de representantes de empresas, organizações da sociedade civil, governos e terceiro setor, o evento transcorre pela terceira vez no Rio de Janeiro. Nesta edição, o tema “How now: como a inovação em sustentabilidade está transformando os negócios agora” reforça uma visão aberta e crítica sobre tendências que, em maior escala, poderão liderar a mudança positiva nos modelos de atuação das empresas.

As plenárias do dia abordaram a reorientação dos negócios e a inovação em sustentabilidade, reunindo organizações como Instituto Capitalismo Consciente, Sistema B e Forum for the Future, além de empresas como Coca-Cola, L'Oreal, Geekie e Reserva e organismos como a Apex Brasil – que é, também, apresentadora da conferência.

Nas falas dos palestrantes, destaque para a preocupação com a necessidade de promover maior conexão entre as empresas e suas marcas e um propósito de contribuir positivamente – e não apenas reduzir impactos negativos – com o desenvolvimento econômico, social e ambiental. “Marcas de diferentes portes e segmentos estão liderando o caminho para a transformação dos negócios – e precisamos estar atentos a como cada um pode desenvolver esse papel e ampliar nosso propósito”, afirmou KoAnn Srzyniarz, CEO da Sustainable Life Media.

Os debates do dia

Durante a manhã, dois workshops liderados por organizações internacionais – SustainAbility e GlobeScan – apresentaram estudos e trabalhos sobre o impacto positivo da transparência no desempenho das empresas. Já o Instituto Capitalismo Consciente Brasil e a Spark Impact Innovation coordenaram osworkshops da tarde, com ênfase na transição para a nova economia e na visão de impacto social integrado.

Workshop SustainAbility e Catavento

No Activation Hub – espaço de diálogo e compartilhamento de projetos focados nos temas da inovação e da sustentabilidade –, destacaram-se os debates abertos com o público sobre responsabilidade socioambiental no universo da moda, desenvolvimento de comunidades fornecedoras, confiança dos consumidores e engajamento sobre mudanças climáticas. Além disso, o Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável (CEBDS) lançou os Guias de Sustentabilidade para Empresas, focados nos temas de Marketing e Inovação.

O que vem por aí

Os próximos dias prometem um mergulho detalhado em cases, boas práticas, projetos e debates sobre assuntos que se conectam ao propósito da SB Rio – agregar empresas interessadas em transformar os negócios. Serão mais quatroworkshops, um painel de discussão sobre a crise hídrica, sessões de perguntas e respostas, três rodadas do Activation Hub e mais três plenárias, com os temas “Como redesenhar a produção e os mercados”, “Como as marcas podem engajar as pessoas” e “Como conectar com as necessidades da sociedade”.

Confira a programação completa da SB Rio, que acontece na capital carioca até 27 de agosto. A edição 2015 é realizada pela Report Sustentabilidade, em parceria com a Sustainable Life Media e com apresentação da Apex-Brasil.

Comentários